sábado, 2 de agosto de 2014

DICAS PARA UM EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL

O mês de agosto está inciando e muita gente em dúvida sobre alimentação e treinos para emagrecer para o verão... Daí preparei umas dicas práticas que vão ajudar vocês  perder peso sem sacrifício.Segue abaixo:
Dica 1: Aumentar o consumo de fibras


Muita gente não sabe o que são fibras, vamos lá. Fibras são componentes dos alimentos que não são digeridos pelo organismo, elas passam quase intactas pelo sistema digestivo e são eliminadas pelas fezes, também não tem valor nutritivo, nem energético, ou seja elas não tem calorias. Fica a pergunta e para que servem as fibras? 
Como não são digeridas, elas vão para o intestino, onde atuam como vassouras que carregam os resíduos e a gordura excedente na alimentação e com isso baixam os níveis de colesterol absorvido, ajudam a prevenir doenças cardíacas e câncer no intestino, proporcionam sensação de saciedade, ajudando assim na perda de peso além de garantir uma pele saudável e bonita.
As fibras são classificadas em 2 tipos: 
Fibras insolúveis são as que dão textura firme de alguns alimentos, como farelo de trigo e as hortaliças, elas retêm uma quantidade maior de água, produzindo fezes mais macias e com maior volume e com isso ajudam o intestino a funcionar melhor. Suas principais fontes são farelos de cereais, grãos integrais, nozes, amêndoas, amendoim, algumas frutas como pêra, maçã, e algumas hortaliças como ervilha, cenoura,brócolis.
As fibras solúveis são macias se transformam em gel e permanecem mais tempo em nosso estômago e dá sensação de saciedade.Esse gel atrai moléculas de gordura e açúcar, que são eliminados pelas fezes. Daí estas fibras ajudam a reduzir os níveis de colesterol e glicemia do sangue. E são encontradas nas leguminosas feijão, lentilha, ervilha, nas sementes, nos farelos , aveia, cevada, arroz, nas frutas, a polpa de maçã, laranja, banana e hortaliças, cenoura, batata, uma observação muito importante: é aconselhável introduzir as fibras gradualmente na dieta, para que o aparelho digestivo tenha tempo de se adaptar. Se aumentarmos demais o consumo de fibra de uma hora para outra, há chances de termos problemas sérios de gases, diarréias, cólicas e prisão de ventre. 
Outro cuidado necessário é aumentar a ingestão de água, pois sem a água as fibras se transformam em lixas e com água elas ajudam a escorregar pelo tubo intestinal.

 Do contrário, você poderá sentir fortes cólicas abdominais e ter sérios problemas com prisão de ventre.A ingestão exagerada de fibras na alimentação também é prejudicial, porque pode causar oclusão intestinal e a redução na absorção de elementos importantes da alimentação, como o cálcio, zinco, magnésio, fosforo e ferro.